Brasileiro de Enduro a Pé 2013 Reviewed by Momizat on . Realizar a competição com três provas em menos de 30 horas foi um grande desafio para os competidores, com duas provas na sexta-feira, uma diurna e uma noturna, Realizar a competição com três provas em menos de 30 horas foi um grande desafio para os competidores, com duas provas na sexta-feira, uma diurna e uma noturna, Rating: 0
Você está aqui:Home » Brasileiro de Enduro a Pé » Brasileiro de Enduro a Pé 2013

Brasileiro de Enduro a Pé 2013

Realizar a competição com três provas em menos de 30 horas foi um grande desafio para os competidores, com duas provas na sexta-feira, uma diurna e uma noturna, e outra etapa ao meio-dia do sábado. O XI Brasileiro, antes de começar, já prometia exigir muita determinação das 27 equipes inscritas.  E as trilhas só vieram confirmar isso.
A região da Cuesta de Botucatu é muito agradável, bonita,

diferente e ousada. As nascentes se espalham, as cachoeiras e riachos proporcionam belas paisagens. Nessa região em que o Brasileiro de Enduro a Pé foi realizado, com trechos em trilhas, riachos, subidas, descidas e pedras, muitas pedras.
Numa primeira prova de quase 4 horas, marcada por muito sol e descampado, o nosso montador, Paulo Kurita, aproveitou as lindas cuestas de Botucatu para fazer uma prova com extrema exigência física. Ao chegar na Estância Boa Vista, lugar da base, era visível no semblante das equipes o quanto o sol e as trilhas de Botucatu fizeram a prova uma das mais difíceis de todos os Brasileiros. Haveria mais trekking para as equipes, ainda no mesmo dia.
As equipes Maizena, Os Lagartos, Buskapé e Trupica Mais Num Cai ganharam a prova em suas respectivas categorias. Na Classificação Geral, que foi possível pois todas as equipes andaram a a mesma prova, algumas surpresas: Os Lagartos e Passo a Passo, ambos Graduados, em terceiro e quarto lugares e o ótimo desempenho da Buskapé, Iniciante, ficando em décimo primeiro, na frente de todos os Trekkers.
Caiu a noite e, depois de um tempo extra para cálculo de planilhas, as equipes largaram às 20:15, menos de doze horas depois da primeira prova, para mais uma etapa.

A prova noturna mostrou outra face de Botucatu. A cidade, localizada bem em cima do Aquífero Guarani, maior reservatório de água doce do mundo, é famosa pelas suas trilhas repletas de rios e cachoeiras, e esses foram os grandes destaques da prova noturna, junto com a linda lua cheia que cobria Santo Antônio de Sorocaba, o bairro onde foi realizada a prova. Um trecho com mais de um quilômetro de navegação dentro de rio foi o ponto alto.

A organização trouxe algumas novidades para essa etapa, também. Foi a estreia dos PC´s ocultos na apuração do Brasileiro. São placas colocadas no percurso que marcam o tempo das equipes sem que elas as vejam, ou mesmo saibam que o tempo está sendo registrado, dificultando, assim, que as equipes andem adiantadas. Vale também falar da reformulação do neutro, que agora conta com mais variedade e também com um visual repaginado.
Surpresas na classificação geral! Das cinco primeiras apenas duas equipes eram da Elite, Vai Que Eu Fui!, segundo lugar e vencedora na sua categoria, e Sedentários, em terceiro. A vitória na geral foi para a Nóis e o Laranja, e Os Lagartos, em quarto e a Trekker Jacú da Cuesta completaram os primeiros lugares. Na Iniciantes a equipe Buskapé levou mais uma.

Chegando na terceira prova, cinco equipes, na Elite, só precisavam da vitória para levar o título para casa, eram elas: Maizena, Vai que eu fui, Sedentários, Lost e Ardillas. Na Graduados a Os Lagartos já despontava como campeã, com uma vitória e um segundo lugar, e na Trekkers, assim como a Buskapé na Iniciantes, que havia ganhado as duas etapas até então. Na Trekkers, tudo ainda estava em aberto, com GPS, Trupica Mais Num Cai e Jacú da Cuesta com chance de título.
No dia seguinte, na Cantina da Figueira, não foi permitido que as equipes largassem com equipamento de navegação e, além disso, as planilhas eram distribuídas na hora. Os cálculos, o cansaço, um pouco de chuva e, de novo, o desafiador relevo de Botucatu se somaram na derradeira prova do Brasileiro.
Na chegada, as equipes foram liberadas para decansar enquanto eram apurados os resultados finais do Brasileiro.

A divulgação ficou marcada para o Bar Bem Dito, no bairro do Lajeado, em Botucatu. E lá foram confirmadas as vencedoras da última etapa, da calssificação geral e por categorias. Na Iniciantes, a Buskapé confirmou 100% de aproveitamento com mais uma vitória e levou  o caneco da sua categoria para casa. A GPS, que já liderava a Trekkers, também se sagrou campeã na categoria ao vencer a última etapa.

A Os Lagartos manteve a liderança e confirmou o favoritismo chegando na última prova, ganhou mais uma etapa, levou o título na Graduados e encaminhou uma ótima colocação no ranking geral. E, finalmente, na disputada categoria Elite, a última etapa teve uma surpreendente vitória do Instituto 3M, e com o segundo lugar, a equipe Sedentários Compass conseguiu o troféu que faltava, e depois quatro Campeonatos Paulistas finalmente levou o Campeonato Brasileiro da sua categoria para casa.

Esse título veio junto com o primeiro lugar na Geral, que teve Os Lagartos, e Maizena completando o pódio. Talvez a grande surpresa do dia tenha sido a Star Trekking, equipe Iniciante(!) que levou o Passo Certo Geral, deixando para trás, entre outros, a Sedentários e Maizena, que levaram o segundo e terceiros lugares. Abaixo um resumo das classificações finais do Brasileiro:

 

1ª Etapa – Cantina da Figueira

Iniciantes
Trekkers
Graduados
Elite
Geral
Buskapé Trupica Mais Num Cai Os Lagartos Maizena Maizena
Pé na Estrada GPS Passo a Passo Lost Sorocaba Lost Sorocaba
Star Trekking Dick Vigarista Saci Ardillas Os Lagartos

2ª Etapa – Santo Antônio de Sorocaba

Iniciantes
Trekkers
Graduados
Elite
Geral
Buskapé Jacú da Cuesta Nóis e o Laranja Vai Que Eu Fui! Nóis e o Laranja
Pé na Estrada GPS Os Lagartos Sedentários Vai Que Eu Fui!
Star Trekking Dick Vigarista Saci Ardillas Sedentários

3ª Etapa – Estância Boa Vista

Iniciantes
Trekkers
Graduados
Elite
Geral
Buskapé GPS Os Lagartos Instituto 3M Instituto 3M
Star Trekking Trupica Mais Num Cai Matreiros Sedentários Sedentários
Sigam-nos os Bons Jacú da Cuesta Nóis e o Laranja Maizena Maizena

bras2013

Sobre o autor

Número de entradas : 31

Deixe um comentário

Voltar para o topo